CSB PARTICIPA DE DEBATE SOBRE A REFORMA DA PREVIDÊNCIA COM SENADOR PAULO PAIM

CSB participa de debate sobre a reforma da Previdência com senador Paulo Paim

Encontro foi realizado em Porto Alegre (RS) na tarde da última quinta-feira (10)

A 1ª secretária da Mulher da Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB), Eliane Gerber, participou na tarde desta quinta-feira (10), na sede da Associação dos Servidores do Hospital das Clínicas, em Porto Alegre (RS), de um debate sobre a reforma da Previdência, que contou com a participação do senador Paulo Paim (PT-RS).

Durante o evento, que teve a participação de trabalhadores, sindicalistas e sociedade civil, o parlamentar explicou pontos da reforma da Previdência e algumas ações que ele tem feito para barrá-lá.

“O Senador falou do lançamento da Frente Parlamentar mista em defesa da Previdência Social, que é uma iniciativa dele e que congregou entidades de todas as esferas para defender a manutenção dos direitos sociais. Foi explicado o mito do déficit da Previdência e para onde cada recolhimento vai. Ele falou também sobre a idade mínima, diferenças de regras de homem para mulher, aposentadoria especial e Previdência rural, além de mostrar dados sobre os prejuízos causados pelas políticas de renúncias fiscais e desoneração das desvinculações das receitas, conhecida como DRU”, disse Eliane.

Segundo a diretora da CSB, que também é presidente do Sindicato dos Assistentes Sociais do Estado do Rio Grande do Sul (SASERS), Paim ainda apresentou uma cartilha da Frente Ampla Brasil e convidou todos a fazer parte dessa iniciativa.

“O senador também apresentou dois projetos que farão com que essa reforma vá sendo empurrada para frente, de tal forma que o cenário do ano que vem consiga desestimular essa turma que apoia o governo de Temer. Como é uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC), eles vão precisar de muitos votos”, completou a dirigente, que ainda comentou a importância da realização do evento.

“Essas palestras são importantes para o esclarecimento da população. O governo Temer engana o povo com números inexistentes sobre a Seguridade Social e, por isso, é tão importante abrir a caixa preta, os números que sustentam a Seguridade Social (saúde, assistência social e Previdência), desmistificando o tema e conscientizando a população sobre a perversidade que esse governo quer fazer com os jovens, os idosos, os trabalhadores do campo e da cidade, enfim, com a população brasileira”, completou.

Paulo Paim ainda sugeriu ao movimento sindical presente que as entidades fizessem amplos encontros regionais, convidando a sociedade para informar e discutir a reforma.

Fonte: CSB

Compartilhe

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *