DIRIGENTE DA CSB EM SANTA CATARINA ASSUME COORDENAÇÃO DE COMISSÃO VOLTADA À SAÚDE DO TRABALHADOR

Dirigente da CSB em Santa Catarina assume coordenação de comissão voltada à saúde do trabalhador

Nicolau de Almeida Neto participará de reuniões com o Ministério da Saúde já em setembro

 

O assessor da CSB Santa Catarina, Nicolau de Almeida Neto, assumiu a coordenação da Comissão Inter Setorial de Saúde do Trabalhador e Trabalhadora do estado (CIST). Sua primeira tarefa no cargo será participar de reuniões com o Ministério da Saúde, entre os dias 4 e 6 de setembro, em Brasília.

A pauta dos encontros é a liberação de verba para prevenção de acidentes de trabalho em Santa Catarina.  O dirigente tem uma aproximação com a comissão desde 2015 e também é um estudioso do tema. “Estamos iniciando um trabalho importante, porque o sindicato tem que discutir reajuste, benefícios como vale-alimentação, mas as doenças relacionadas ao trabalho precisamos falar e trazer mais o tema para o movimento sindical”.

Almeida Neto explica que o estado de Santa Catarina tem o maior índice de acidentes e doenças de trabalho do Brasil. “Se olharmos as pesquisas só por números gerais, São Paulo é maior, mas eu falo em números absolutos, porque vêm para Santa Catarina máquinas que foram descartadas em São Paulo e no Rio de Janeiro. O estado é um celeiro desse maquinário que traz problemas”, afirma o dirigente.

Segundo o Ministério Público do Trabalho, Santa Catarina ocupa o segundo lugar em gastos previdenciários com pagamentos de benefícios devido a afastamentos por doenças ocupacionais e acidentes de trabalho. O valor acumulado de 2012 a 2017 corresponde a 9,8% do total nacional.  Além disso, entre as 100 cidades brasileiras com mais afastamentos acidentários, dez são catarinenses. Dados de 2017 tratam de 118 pessoas do estado que morreram em decorrência de acidente de trabalho.

O trabalho na comissão, segundo o assessor da CSB no estado do sul do País, é importante para fiscalizar e garantir que parte do dinheiro destinado para Santa Catarina seja enviado para a saúde do trabalhador. “A comissão é um mecanismo para a gente fazer com que o dinheiro vá para o trabalhador e a saúde dele”.

Entrevista para a TV
O dirigente Nicolau de Almeida Neto recentemente concedeu entrevista à TV SSUDEH sobre o trabalho que vem desenvolvendo na CSB Santa Catarina com relação à saúde do trabalhador. Para a TV, o assessor da Central no estado explica os setores mais críticos que sofrem com saúde no estado, fala de legislação e perspectivas de melhorar os índices no futuro. Assista à íntegra da entrevista no vídeo abaixo:

 

Compartilhe

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *