NOTA DA CSB SOBRE A MORTE DA VEREADORA MARIELLE FRANCO

A Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB) manifesta profundo pesar pelo assassinato da vereadora do Rio de Janeiro Marielle Franco (PSOL) na noite desta quarta-feira (14), no centro da capital fluminense.

Marielle era protagonista de uma incansável luta contra a violência, a discriminação racial e social, pelos direitos das mulheres, dos pobres e pela igualdade de gênero. A vereadora fazia parte de um conjunto de forças progressistas do País que batalham diariamente pela igualdade de direitos das classes menos favorecidas da população.

Este crime bárbaro é resultado do desmonte do Estado Brasileiro, bem como da desqualificação e do desprestígio das autoridades que comandam os órgãos públicos no Rio de Janeiro e em nível federal. Esta execução sumária representa a falência do sistema político brasileiro, da segurança pública, responsáveis por deixar o povo e a sociedade reféns da barbárie, da miséria, da insegurança e do medo.

A CSB exige rápida investigação e resolução deste crime bárbaro. A sociedade carioca e brasileira precisa de respostas rápidas do poder público, para que ainda reste uma esperança de que tragédias como esta não mais aconteçam e, acima de tudo, não representem diariamente a falência moral, social e política do Estado Brasileiro.

A Central se solidariza a todos os familiares, amigos, companheiros de jornada e partido de Marielle Franco, assim como de seu motorista, Anderson Pedro Gomes, que também foi vítima de mais uma barbárie social brasileira.

Central dos Sindicatos Brasileiros

Fonte: CSB

Compartilhe

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *