CENTRAIS PEDEM APOIO AO MINISTRO DO TRABALHO PARA ADIAR VOTAÇÃO DO PROJETO DE LEI DA TERCEIRIZAÇÃO

Centrais pedem apoio ao ministro do Trabalho para adiar votação do projeto de lei da terceirização

Para as entidades, o PL 4302/98 deve aguardar a votação da Reforma Trabalhista (PL 6787/2016)

Em reunião com as seis centrais sindicais na manhã desta segunda-feira (20), o ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, comprometeu-se a tentar adiar a votação do Projeto de Lei sobre a terceirização (PL 4302/98), que tramita na Câmara dos Deputados. A apreciação da pauta no Plenário da Casa está agendada para terça-feira (21).

Aos dirigentes, Nogueira disse que, para que seja concretizado o adiamento, falará com o Ministério da Casa Civil, com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, e com o líder do governo, o deputado federal Aguinaldo Ribeiro (PP-PB).

Para as centrais, o PL 4302/98 deve aguardar a votação da Reforma Trabalhista (PL 6787/2016). Segundo Alvaro Egea, secretário-geral da CSB, presente ao encontro, a matéria que trata da terceirização ainda não foi discutida com as centrais e com a sociedade.

Na avaliação do secretário, os piores pontos do texto são a autorização para terceirizar a atividade principal e o fim da responsabilidade solidária da empresa contratante. “O projeto acaba com a estrutura sindical, provoca terrorismo”, pontuou.

Fonte: CSB

Compartilhe:
  • Print
  • email
  • PDF
  • RSS
  • Add to favorites
  • Facebook
  • del.icio.us
  • Digg
  • Google Bookmarks
  • LinkedIn
  • MSN Reporter
  • Live
  • Yahoo! Buzz

Post to Twitter

Esta entrada foi publicada em Comentários gerais. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *