EM ENCONTRO ESTADUAL, CSB PARÁ DEFINE CALENDÁRIO DE LUTA

Em encontro estadual, CSB Pará define calendário de luta

Reforma da Previdência também foi tema de discussão durante o evento

Presidentes de sindicatos filiados à Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB) no estado do Pará se reuniram na última sexta-feira (17), no auditório da Central, na cidade de Belém, para a primeira edição do Encontro Estadual. Além de palestras e discussões sobre a PEC 287, que trata da Reforma da Previdência, os dirigentes iniciaram o planejamento do calendário de lutas da CSB no estado.

Durante as mesas de debates foram realizadas duas palestras, a primeira sobre os desafios sindicais mediante a crise política no Brasil, que foi realizada pelo educador social, e, em seguida, sobre a Reforma da Previdência e os impactos na sociedade, com o servidor do INSS Aldemir Andrade.

A segunda parte do encontro foi reservada para discussão sobre planejamento, metas e ações para o fortalecimento dos sindicatos no estado do Pará.

Para o 2º secretário de Saúde da CSB, João Alberto Modesto Rodrigues, o encontro foi um verdadeiro sucesso e atingiu o seu objetivo principal, que era a interação entre os sindicatos e o fortalecimento do movimento.

“Este encontro foi de fundamental importância para que os sindicatos do Pará se consolidem, se conheçam e para que haja uma unidade organizacional. Para o futuro, queremos fazer outros encontros em diferentes cidades para levar mais educação sindical e verificar as demandas administrativas e jurídicas, ajudando realmente esses sindicatos. Precisamos discutir estratégias eficientes para avançarmos nas lutas da CSB em nosso Estado. Sabemos das dificuldades que enfrentaremos, principalmente com os desafios da política e com a realidade geográfica do Pará, por termos municípios com mais de 17 horas de Belém, cerca de 978,9 km da Capital Belém”, falou o dirigente, que também é presidente do Sindicato dos Médicos Veterinários do Estado do Pará (SIMVEPA).

Estiveram presentes os presidentes de oito sindicatos, que terão a missão de multiplicar para suas bases as informações e ensinamentos adquiridos durante o encontro. “Estamos fazendo palestras informativas e de formação sindical para que eles [presidentes] levem as informações para suas bases. Vamos fazer um planejamento estratégico para que a gente também consiga estar na base junto com eles. Por isso, queremos começar uma grande campanha de calendários para que a gente consiga ir em um município por mês”, completou Rodrigues, que garantiu que esses sindicatos se reunirão com suas bases para fazer mesas de discussões sobre a reforma da Previdência e as graves consequências para os trabalhadores.

Está prevista para o próximo dia 30 de março uma segunda reunião, na qual será finalizado o calendário de lutas, a atuação nas atividades sindicais, bem como a votação para a nova coordenação regional.

Fonte: CSB

Compartilhe:
  • Print
  • email
  • PDF
  • RSS
  • Add to favorites
  • Facebook
  • del.icio.us
  • Digg
  • Google Bookmarks
  • LinkedIn
  • MSN Reporter
  • Live
  • Yahoo! Buzz

Post to Twitter

Esta entrada foi publicada em Sindical. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *