SERVIDORES DE PETRÓPOLIS (RJ) REELEGEM DIRETORIA DO SISEP

Luta contra a reforma da Previdência é compromisso do Sindicato para novo mandato

Com 340 votos, os servidores municipais de Petrópolis (RJ) reelegeram, logo na primeira semana do ano, a atual diretoria do Sisep para um novo mandato à frente do Sindicato. A eleição foi confirmada na sexta-feira (5), último dia da votação, que durou três dias. Ao todo, foram contabilizados 363 votos válidos, sendo 3 nulos e 20 brancos. A lisura do processo eleitoral contou com o apoio da CSB e com a supervisão de um representante da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

Prevista para tomar posse no Dia do Trabalhador, 1º de maio, a diretoria reeleita garante que o principal compromisso do Sisep é fortalecer ainda mais “a luta pelos direitos dos trabalhadores no serviço público do município, dando prosseguimento ao trabalho que está sendo realizado”. De acordo com o presidente do Sindicato, Osvaldo Magalhães, a defesa dos servidores continuará no novo mandato sustentada pelas bases da união do povo e do movimento sindical. O Sisep de Petrópolis representa atualmente cerca de 1.626 trabalhadores.

“As prioridades, já para o ano de 2018, são a defesa pelos direitos fundamentais, desrespeitados pela reforma trabalhista e da Previdência, além das lutas pelo Plano de Cargos, Carreiras e Salários e pela revisão salarial. E faremos tudo isso com o apoio da CSB ao Sindicato, que é de grande importância, pois representa a união. Essa união fortalece a categoria e auxilia na luta pelos direitos trabalhistas. [Por isso], o Sisep tem como base a CSB”, ressalta Magalhães.

O secretário de Formação Sindical da Central, Cosme Nogueira, acompanhou a eleição e celebrou a reeleição da chapa 1. Para o dirigente, o trabalho desenvolvido pela diretoria do Sisep teve seu merecido reconhecimento. “Em time que está ganhando não se mexe. O Osvaldo e toda sua equipe são pessoas que trabalham muito e defendem os servidores de Petrópolis. São pessoas sérias, que fazem um trabalho sério. O Sindicato tem uma atuação política e administrativa muito forte, além de estarem à frente de um canal de televisão graças ao empenho deles. E é esse tipo de trabalho que não pode parar no Brasil”, destaca Nogueira.

O sindicalista ainda reforçou quais são os compromissos da CSB com os sindicatos para 2018 e a importância de manter boas lideranças sindicais em ano eleitoral no País. “Você não faz uma Central se não tiver sindicatos. Sindicatos fortes, Brasil mais justo, especialmente agora que estamos com um governo que coloca na pauta apenas os interesses do patronato. Precisamos de sindicatos fortes para virar esse jogo. Principalmente neste ano de eleições. Não há como fazer o enfrentamento sem que você tenha sindicatos fortes. E o compromisso da CSB não poderia ser outro: lutar para que os sindicatos continuem fortes apesar das adversidades”, assegura.

Durante a contagem de votos, além da CSB e da OAB, também acompanharam o fim do processo eleitoral a Federação dos Servidores Públicos Municipais no Estado do Rio de Janeiro (FESEP) e a Associação dos Aposentados de Petrópolis (RJ).

Fonte: CSB

Compartilhe

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *